El Día de los Muertos en el Espacio Ay Carmela!

O Espaço Ay Carmela! convida para a festa do Dia dos Mortos na tradição mexicana.

* DOMINGO - Dia 02/11, a partir das 15h *

* Um dia com vídeos, debates, palestras, show, música, comida e bebida *

CARTAZ DO EVENTO PARA IMPRESSÃO


***

No México acredita-se que os mortos, no dia 02 de novembro, vêm visitar seus
parentes e companheiros, para o que são recebidos em festa. O Ay Carmela!,
trazendo essa tradição, convida todos a festejar e a compartilhar alimentos,
conhecimentos e memórias. Queremos celebrar a vida e resignificar a morte,
lembrando daqueles que morreram, mas que permanecem em nossas vidas como
símbolos de diversas lutas travadas em muitos lugares. Vamos lembrar e
homenagear as pessoas que morreram injustamente, vítimas da intolerância
por suas crenças e lutas, ou mesmo da negligência e do descaso.

Evocar os que morreram e a força de suas histórias é um gesto simbólico
e ritualístico para torná-los vivos e também presentes as suas lutas. É
uma oportunidade para aprender com elas, resignificá-las e potencializar
a busca de sua continuidade, transformação ou ruptura.

Todos estão convidados a celebrar nossos mortos e nossas lutas!!!

PROGRAMAÇÃO:

15:00 – Abertura do espaço com comidas veganas, bebidas e músicas típicas
mexicanas

16:00 –Exibição de vídeos do Conselho Indígena Popular de Oaxaca "Ricardo 
Flores Magón" (CIPO-RFM), México (em espanhol, sem legendas) e palestra do
sociólogo Alejandro Buenrostro, do projeto Xojobil, sobre a luta zapatista
e o significado da morte para o povo mexicano.

18:00 – Bate-papo sobre Vida, Morte e Luta com participação de Flor da Palavra,
Fórum Centro Vivo, Centro de Educação, Estudos e Pesquisas (CEEP), Movimento
Nacional da População de Rua (MNPR) e opositores da ditadura militar no Brasil
(palestrantes a confirmar)

20:00 – Show da banda Gómez Mescalero y Los Graves Diableros

21:00 – Cortejo festivo pelas ruas do centro da cidade

DURANTE TODO O EVENTO:

* Nosotros, las Calaveras: Exposição de reproduções de gravuras do artista
mexicano José Guadalupe Posada (1852-1913)

* Altar em homenagem aos mortos em luta

***

VENHA E PARTICIPE!

Inspirados pelas tradições indígenas mexicanas, nos encontraremos para
construir um altar para homenagear nossos lutadores e lutadoras. Estão
todos chamados a contribuir com imagens de seus mortos e oferendas como
alimentos, bebidas, flores, tecidos e toalhas, velas e objetos.

Vamos conversar com pessoas e ouvir histórias, ver documentários e
fotografias, comer, beber, ouvir e dançar música.

Ao final, faremos um cortejo iluminado e divertido pela vizinhança.
Venha fantasiado se quiser. Traga flores e velas. Vamos caminhar pelas
ruas do centro de São Paulo.

***

A entrada será por contribuição voluntária. Sugerimos o valor de R$5,00.
Precisamos de dinheiro para construir o Ay!, mas a festa é para todos!

ESPAÇO AY CARMELA!
Rua das Carmelitas, 140 – Sé
(perto do metrô Sé, saída do Poupatempo, a rua é paralela a Rua do Carmo)
Telefone: 55 11 3104 4330
E-mail: ay-carmela@riseup.net
Site: http://ay-carmela.birosca.org

“A festa do Dia dos Mortos, tradição de origem indígena mexicana, está
vinculada com o calendário agrícola pré-hispânico, e é a festa que celebrava
o início da colheita. É o primeiro banquete depois da temporada de escassez
dos meses anteriores, em que se compartilhava também com os mortos. (...)
O culto a morte é um dos elementos básicos da religião dos antigos mexicanos,
que acreditam que a morte e a vida constituem uma unidade. Para os povos
pré-hispânicos a morte não é o fim da existência, é um caminho de transição
para algo melhor.”
Laura de la Vega

Anúncios

3 Respostas to “El Día de los Muertos en el Espacio Ay Carmela!”

  1. El Día de los Muertos en el Espacio Ay Carmela! « apocalipse motorizado Says:

    […] e mais informações no pedalante, gira-me ou no site do Ay Carmela! Esta entrada foi escrita por luddista e postada em 30 de Outubro de […]

  2. valdelice Says:

    Estou pesquisando alguma coisa nesse sentido para uma palestra sobre a comunicação entre encarnados e desencarnados.Poderia ter encontrado algo mais profundo. Mas foi bom , só assim descobrí que no Brasil as comunidades mexicanas homenageam seus antepassados de uma maneira diferente dos nossos costumes.
    Obrigada,
    Valdelice.

    • gira Says:

      Valdelice,

      Esse é apenas um convite para uma celebração, não se propunha a ser algo mais profundo. E não, não é de uma “comunidade mexicana”, mas de um espaço político-cultural autogestionado, de que participam indivíduos e movimentos sociais e ativistas.

      Sorte na sua palestra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: