Marcas (in)visíveis

Ruínas da publicidade permanecem no caminho dos que andam (ou pulam) pelas calçadas esburacadas da cidade.

Mas enquanto uns permanecem resignados e silenciosos nos pontos de ônibus, a espera de transporte coletivo que poderá vir equipado com TV de “gosto popular”, outros se apressam em deixar suas marcas sobre as ruínas, expressando o que é viver nestas terras de ninguém.

Melhor dizendo… Nestas terras de poucos. Os poucos que, com toda certeza, não caminham pelas calçadas arruinadas e não utilizam transporte público.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: